MÉTODO DO PROCESSO TRANSFUSIONAL EM UM HOSPITAL DE MÉDIO PORTE DO NOROESTE PAULISTA: ANÁLISE DO PERFIL DAS REAÇÕES TRANSFUSIONAIS

Caroline Pereira Lima, Everson Stabile

Resumo


O estudo tem como objetivo, conhecer os cuidados que norteiam o procedimento transfusional em um Hospital de médio porte da região Noroeste Paulista e as possíveis complicações que essa terapêutica pode trazer para os pacientes. Como proteção ao receptor, todo o procedimento transfusional deve ser monitorado objetivando detectar queixas, sinais e sintomas que podem evidenciar reações transfusionais. Consequentemente, é realizado um levantamento das transfusões ocorridas no período de janeiro a outubro de 2016, assim, analisando o perfil das reações advindas dos processos transfusionais. O perfil das reações transfusionais foi de eventos principalmente febris, envolvendo pacientes com baixa recorrência e relacionados, principalmente, a concentrado de hemácias.

 

The purpose of this study is to know the care that guides the transfusion procedure in a medium-sized hospital in the Northwest region of São Paulo and the possible complications that this therapy can bring to patients. As protection for the recipient, the entire transfusion procedure should be monitored to detect complaints, signs and symptoms that may show transfusion reactions. Consequently, a survey of blood transfusions occurred in the period from January to October 2016 is carried out, thus analyzing the profile of reactions arising from transfusion processes. The profile of the transfusion reactions was mainly febrile events, involving patients with low recurrence and related mainly to packed red blood cells.


Palavras-chave


Transfusões; procedimento transfusional; reações transfusionais. Transfusions; transfusion procedure; transfusion reactions

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Luís Eduardo C. Significado biológico dos auto-anticorpos. Disponível em: < http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?id_materia=1138&fase=imprime> Acesso em 20 de dezembro 2016.

BESERRA, M. P. P et al. Reações transfusionais em um hospital Cearense acreditado: uma abordagem em hemovigilância. Arquivos de Medicina, Porto, v. 28, n. 4, ago. 2014. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0871-34132014000400002. Acesso em 04 de outubro 2016.

BRASIL.Centro de Vigilância Sanitária. Hemovigilância. 2007. Disponível em: http://www.cvs.saude.sp.gov.br/zip/manual_tecnico_hemovigilancia_08112007.pdf. Acesso em: 30 de abril 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada. Guia para o uso de hemocomponentes. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2010. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_uso_hemocomponentes.pdf. Acesso em: 28 de abril 2016.

BRASIL. Ministério da saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Técnico em hemoterapia: livro texto. Brasília, 2013. 292 p.

HEMOCENTRO DE CAMPINAS. Serviço de Transfusão do Laboratório de Compatibilidade. Manual básico de orientações transfusionais. Campinas, 2010. Disponível em: http://www.hemocentro.unicamp.br/pdfs/manualtecnicotransfusional-2010.pdf. Acesso em: 29 de novembro de 2016.

MATTIA, Daiana. et al. Cuidados de enfermagem na transfusão de sangue: um instrumento para monitorização do paciente. Texto e contexto- Enfermagem, Florianópolis, v. 25, n. 2, jun., 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v25n2/pt_0104-0707-tce-25-02-2600015.pdf. Acesso em 04 de outubro 2016.

PEDROSA, K. K. V. et al. Reações transfusionais em crianças: fatores associados. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 89, n. 4, jul. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572013000400013. Acesso em 04 de outubro 2016.

PORTAL DA EDUCAÇÃO. Transfusão sanguínea. Disponível em: http://www.portaleducacao.com.br/farmacia/artigos/1248/transfusao-de-sangue. Acesso em: 28 de abril 2016.

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE. CENTRO DE HEMATOLOGIA E HEMOTERAPIA DO PARANÁ. Manual de transfusão hospitalar e complicação transfusional. Curitiba, 2013. Disponível em: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/manual_transfusao_2013.pdf. Acesso em: 29 de novembro 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.